Blog

19/05/2022
Por: Amanda Doimo

Sua empresa está preparada para os viajantes corporativos da Geração Z?

O clima de retomada das viagens já tomou conta do ambiente corporativo. Após dois anos de pandemia, viajantes corporativos estão ansiosos para retornar às suas atividades, sejam em reuniões de negócios, eventos ou para gerar networking.

Uma previsão elaborada pela Finances Online trouxe alguns dados interessantes sobre o caminho que as viagens corporativas está tomando. Por exemplo, segundo esse levantamento, observa-se o surgimento de um novo tipo de viajante corporativo: os membros da Geração Z.

É comum assumir que pertencem à esta geração as pessoas que nasceram no final da década de 1990 e começo dos anos 200, sendo considerada o primeiro grupo de pessoas que nasceu num ambiente completamente digital, pós popularização da internet de banda larga e dos computadores domésticos.

Conforme as pessoas desta geração ocupam o mercado de trabalho, é preciso que as empresas busquem maneiras de adaptar seus modelos de trabalho para que continuem atraentes e retenham talentos. Isso acontece porque a Geração Z tem valores muito diferentes daquilo praticado tradicionalmente no ambiente corporativo.

Segundo o levantamento da Finances Online, é possível que 40% da força de trabalho atual seja representada por esta geração. Além disso, espera-se que, até o final de 2024, os gastos com viagens a trabalho cheguem a US$ 1,4 trilhão!

Sendo assim, a Geração Z tomará conta do mercado de viagens também. Por isso, preparamos este artigo com os principais que sua empresa deve se atentar a fim de se antecipar. Continue a leitura!

Bleisure: o mix perfeito entre negócios e lazer

Bleisure é o termo usado para descrever uma viagem de negócios que abre espaço para o lazer. Neste contexto, os viajantes estendem a duração da sua estadia, para que desfrutem de um período de turismo, relaxamento e lazer no local após encerrar seus compromissos profissionais.

Mais importante do que saber o que é bleisure é entender que este conceito em viagens traz benefícios para a empresa, para o profissional e para o setor de viagens e turismo:

  • para o profissional: redução do estresse
  • para a empresa: atração e retenção de talentos, aumento da produtividade e do engajamento
  • para o setor de viagens e turismo: estadias mais longas e maior investimento para a classe

A Geração Z valoriza experiências, o que contribui diretamente para a popularização do bleisure e justifica essa prática. Esse perfil jovem, dinâmico, comunicativo e bem relacionado das novas gerações faz toda a diferença para os negócios.

As reuniões ultrapassam as paredes do escritório, os eventos presenciais são cada vez mais esperado e consequentemente, o networking se expande. A alta qualidade das interações traz produtividade para o turismo de negócios, aumentando o desempenho dos profissionais nos objetivos relacionados à viagem.

Airbnb cresce nas preferências de viagem

Com a premissa “Sinta-se em casa, onde quer que o trabalho lhe leve”, o Airbnb, que já conta com mais de 4 milhões de anfitriões e 1 bilhão de hóspedes, tornou-se uma alternativa aos hotéis para as empresas.

Para estadias mais longas, a escolha pelo Airbnb se destaca pelo custo-benefício e conforto oferecido ao viajante. Ter toda a estrutura residencial à disposição, com a possibilidade de preparar a própria alimentação e lavar roupas, se necessário, torna-se um atrativo.

Essa preferência foi confirmada, inclusive, por dados obtidos pela própria plataforma VOLL. Em nossa apuração de janeiro deste ano, foi revelado que a média de diárias reservadas em hospedagens Airbnb é de 18,4 noites, enquanto hotéis e pousadas têm média de 2,1.

Por outro lado, apesar de não poder garantir 100% a idoneidade dos anfitriões cadastrados, o Airbnb implementou melhorias para atender ao criterioso mercado de viagens corporativas. As acomodações que são apresentadas para essa categoria devem atender a requisitos básicos e os melhores anfitriões são classificados e destacados.

Assim, é possível ver um ponto positivo para a plataforma, como ressalta o Maxwell Antunes, Customer Success Manager na VOLL, ao lembrar que “o fato de o gestor de viagens poder analisar os feedbacks deixados por outros viajantes, eventualmente corporativos, na propriedade de interesse, oferece uma segurança para a empresa que direciona o colaborador para determinada cidade, a trabalho”.

Autosserviço é tendência

Mais e mais viajantes estão em busca de tecnologia que garantam o autosserviço de viagem, isto é, querem reservar opções de viagem e acomodações por conta própria.

Empresas que não oferecem essa opção tem alta taxa de pedidos feitos fora da política de viagens, por exemplo, reservas feitas por meio de ferramentas não aprovadas ao invés de buscar os serviços de um agente de viagens. Neste quesito, a VOLL pode ajudar a sua empresa!

Como a VOLL pode melhorar a rotina do viajante?

Centralizar todos os processos é um benefício unânime, mas seus funcionários poderão somar mais algumas vantagens:

  • Fim das falhas de interpretação e comunicação da política de viagem corporativa. Como a plataforma VOLL já é customizada com a política da sua empresa, as orientações serão seguidas naturalmente pelos viajantes.
  • O colaborador tem mais autonomia para decidir seus fornecedores de viagem. Com a garantia de que tem acesso às melhores opções do mercado e a tranquilidade de que não enfrentará problemas com a política de viagem corporativa depois.
  • Menos tempo gasto com burocracia, mais foco no que importa. Sem a necessidade de se preocupar com a política e com a gestão de despesas e reembolso, sua equipe poderá focar no que realmente motivou a viagem.
  • Equipe mais conectada. Todas essas mudanças experimentadas por gestores e funcionários criará uma relação menos desgastada, sem atritos e que fluirá muito melhor. Esse é o ponto de partida para que a equipe trabalhe melhor juntos e soluções comecem a surgir!

Com todos os processos integrados e apresentados em uma única tela, podemos dizer que contratar a VOLL é ter o controle da gestão de viagens corporativas na palma da mão, literalmente, através do aplicativo.

  • Basta acessar a plataforma para ter as melhores ofertas do mercado à disposição – e o melhor, já filtradas pela sua política de viagem corporativa. Seu colaborador tem autonomia para planejar passagens, hospedagem, escolher companhias de mobilidade urbana e até alimentação, com a tranquilidade de que está tudo dentro do combinado com a empresa.
  • Contratações, recibos e múltiplas formas de pagamento, tudo ali, centralizado e acompanhado por gestores em tempo real. Se os benefícios do antes e durante a viagem já ficaram claros, só nos resta dizer que a VOLL também oferece relatórios de viagens com os dados consolidados.
  • Toda essa inovação e praticidade justifica a VOLL estar na rotina de mais de 300 mil usuários no Brasil e no exterior.

Talvez agora você queira ver esses benefícios na prática, não é? Então clique neste link para assistir uma demonstração rápida sobre tudo o app VOLL pode fazer pela sua empresa.

Se essas informações fizeram sentido para você, compartilhe nas suas redes sociais para que a tecnologia que pode transformar a rotina de viagens corporativas chegue a mais pessoas. 😉

Até a próxima!

Categorias: Tendências

Você também pode se interessar:

Quais são as habilidades e competências mais necessárias para um gestor de viagens em 2022?
24/06/2022
Por: Luiz Moura

Quais as principais habilidades do gestor de viagens para 2022?

Hoje é dia de estreia em nosso blog! Fernão Loureiro agora é nosso colunista mensal e inauguramos este espaço com uma tema muito relevante para o momento. No passado, o nosso embaixador, Fernão Loureiro, fez um artigo conosco sobre quais as principais habilidades do gestor de viagens. Hoje, diante de tantas transformações neste último ano […]

Leia mais
24/05/2022
Por: Henrique Coelho

Não cometa estes erros ao fazer o reembolso dos seus colaboradores

Reembolso de despesas: um assunto temido no mundo corporativo – e não apenas pelos colaboradores, que podem se desgastar no procedimento. Os gestores também costumam se deparar com um cenário desafiador.   Nesse texto, além dos 3 erros que devem ser evitados na gestão de reembolso, traremos uma boa notícia: todos eles acontecem por falhas no […]

Leia mais
Duty of care e viagens corporativas
06/05/2022
Por: Livia Pizza

Duty of care: o que é?

O duty of care é um termo em inglês que, ao traduzir, significa dever de cuidar. No contexto corporativo, trata-se de uma obrigação ética e legal que as empresas têm para garantir a integridade física, saúde, segurança e bem-estar dos colaboradores. Na prática, cuidar do colaborador traz mais benefícios do que simplesmente promover a sua […]

Leia mais

Receba as novidades sobre o universo da mobilidade

Acompanhe as últimas notícias da Voll. Inscreva-se para receber tudo em primeira mão através da nossa plataforma digital.