Blog

Mulher olha o celular no aeroporto.
22/11/2021
Por: Luiz Moura

O que é mobilidade corporativa?

Se antes o termo mobilidade corporativa trazia consigo a intenção de movimento e deslocamento, agora é preciso se atualizar e saber que, na verdade, esse conceito se refere, antes de tudo, a tudo que envolve a jornada do colaborador fora da empresa

Vivemos na era digital e somos mais dependentes da tecnologia do que antes. Ficar totalmente offline é uma das tarefas mais desafiadoras para as pessoas do nosso tempo. 

No mundo do trabalho, falar em desconexão é praticamente impossível. Diferente de antigamente, uma viagem corporativa não significa mais que o colaborador vai ficar totalmente fora do dia a dia da empresa. No contexto de pandemia dos últimos anos, vimos o estilo home office se espalhar pelos quatro cantos do mundo.

Por isso, te convidamos a saber mais sobre mobilidade corporativa e tecnologia, continuando a leitura deste artigo!

  • O que significa mobilidade corporativa inteligente?
  • A mobilidade corporativa de antes e a de hoje
  • Como entregar uma experiência incrível de mobilidade para o colaborador?
  • O futuro da mobilidade corporativa

O que significa mobilidade corporativa inteligente?

A mobilidade corporativa pode ser resumida como um conjunto de ações para oferecer recursos e viabilizar formas de os funcionários se fazerem presentes, trabalharem e se deslocarem em qualquer lugar. 

Também faz parte desse conceito uma boa gestão de mobilidade para prover um deslocamento inteligente dos colaboradores — o que inclui toda a rotina de viagens corporativas (passagens aéreas, hospedagem, locação de carros etc.) — diminuindo gastos desnecessários. Já o conceito de mobilidade corporativa inteligente significa fazer-se presente, onde que seja, com a menor fricção. 

Com o aparato de tecnologia mais acessível e disponível no mercado, todos nós conseguimos realizar tarefas, interagir com nossos colegas, analisar relatórios e até participar de vídeo-chamadas com a simplicidade de ter tudo na tela do nosso celular ou laptop.

Se não estiver dentro do escritório, o funcionário pode fazer isso em praticamente qualquer ambiente — de casa, em home office, ou mesmo no aeroporto, durante uma viagem. Há quem prefira utilizar os espaços de trabalho compartilhados (os conhecidos coworkings), usufruindo de um ambiente preparado para estimular a produtividade.

O conceito de mobilidade corporativa inteligente resume-se em usar a tecnologia disponível para se fazer conectado ao mundo do trabalho (clientes, colegas, parceiros de negócio, fornecedores etc), como se todas essas interações fossem feitas pessoalmente.

Isso pode parecer simples e um tanto quanto natural para todos nós agora, mas o conceito de mobilidade corporativa é recente e ainda tem bastante espaço para evoluir.

 

A mobilidade corporativa de antes e a de hoje

Quando se fala de mobilidade corporativa, o conceito traz consigo mais do que a facilidade de se movimentar no trabalho. Pensamos na experiência do colaborador em sua jornada de mobilidade — incluindo todos os pontos de contato antes, durante e depois de viajar a trabalho.

Isso inclui seus deslocamentos terrestres, o uso de transporte urbano, viagens aéreas, hospedagem e até a sua alimentação quando está fora do escritório, a trabalho.

Antes de o mundo se tornar um lugar totalmente conectado, com redes de comunicação globais e aplicativos que nos tornam mais próximos do que horas de bate-papo presencial, a mobilidade corporativa se restringia ao movimento que um colaborador precisava fazer para se encontrar com um cliente, um parceiro de negócios, um fornecedor ou com sua própria equipe de trabalho.

O foco era na questão ferramental e no custo destes deslocamentos. Olhava-se para a compra dos serviços de mobilidade muitas vezes da mesma forma que se faziam compras de suprimentos de escritório. 

Hoje, o foco é oferecer uma experiência de mobilidade positiva, com a visão da jornada do colaborador, e que não o tire do seu lugar de adicionar valor ao negócio, por meio de suas atividades específicas.

 

Como entregar uma experiência incrível de mobilidade para o colaborador?

Na edição de 2019 do maior evento de tecnologia da América Latina, o SAP Now, um dos painéis de debate mais assistidos foi sobre mobilidade corporativa. No palco, estavam executivos de quatro empresas que adotam, até hoje, uma abordagem de vanguarda sobre mobilidade corporativa: VOLL, Airbnb, Flapper e a anfitriã do evento, SAP

O grupo de executivos compartilhou suas visões sobre o tema, trazendo aspectos amplamente discutidos pelas empresas e pelos negócios de tecnologia. Como exemplo, destacou-se a necessidade de se oferecer experiências corporativas similares às que o colaborador possui em sua vida privada.

Falar de experiência de mobilidade é abrir os olhos para as vivências que nossos colaboradores têm com as tecnologias, sem barreiras físicas ou virtuais, em seus momentos de lazer.

Parte dessa análise exige que gestores de mobilidade e gestores de viagens entendam a jornada de pedido, uso, interação e encerramento do vaivém corporativo pela ótica do próprio colaborador. O viajante corporativo e usuário de mobilidade urbana sabe, mais que nunca, quais são as principais fricções em seus deslocamentos pelas cidades e pelo mundo.

Um dos aspectos mais importantes para entregar uma experiência positiva de mobilidade para o colaborador está na palma das mãos, literalmente. Uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostra que o Brasil tem 440 milhões de dispositivos digitais em uso, entre computadores, notebooks, tablets e smartphones. O índice de quase dois aparelhos por habitante é um dos maiores do mundo, deixando-nos no quinto lugar do ranking de nações mais conectadas do mundo.

Não é de se estranhar que os viajantes corporativos também esperem por experiências cada vez mais concentradas em seus smartphones, durante suas jornadas de mobilidade. A experiência simples e descomplicada que, por exemplo, os aplicativos de transporte urbano já oferecem, é uma validação do modelo mobile de facilitar uma mobilidade corporativa inteligente.

 

O futuro da mobilidade corporativa

Grande parte do desafio da mobilidade corporativa do futuro está exatamente na composição de uma jornada de viagem e mobilidade unificada em uma solução mobile. Em outras palavras, é dar autonomia, praticidade e segurança para quem viaja.

Quando falamos de gestão de viagens, por exemplo, é comum recorrermos às tecnologias desenvolvidas para uma experiência na tela de um computador. Mas, qual viajante se sente mais confortável tendo que abrir seu laptop para interagir com uma solução ou um especialista? Não seria mais fácil que esse contato fosse realizado por meio de seu smartphone, que está ao seu lado, 24 horas por dia, sete dias por semana?

O futuro da mobilidade corporativa traz o colaborador para o centro desta experiência. Vê-se o mundo e sua rotina de trabalho a partir das suas lentes, elevando as suas necessidades e expectativas para nortear estratégias, fluxos operacionais, canais de comunicação e a própria tecnologia.

Sobre esses novos horizontes da mobilidade corporativa, e das viagens corporativas, como você acredita que esse conceito será aplicado na sua empresa, dentro dos próximos anos? Compartilhe sua opinião, deixando um comentário logo abaixo!

Você também pode se interessar:

Executivo observando sua políica de viagem corporativa no celular
25/11/2021
Por: Amanda Doimo

Política de viagens corporativas: crie boas práticas e garanta aderência

Muito se fala sobre Política de Viagens Corporativas no mundo dos negócios. É uma prática tão necessária e recorrente que até mesmo suas “dores de cabeça” já são conhecidas, não é mesmo? Burocracia para os colaboradores, complicações para os gestores e, para a empresa, a sensação de que os recursos poderiam ser melhor aproveitados.  Isso […]

Leia mais
Executivos entrando no aeroporto
19/11/2021
Por: Luiz Moura

Como usar a tecnologia a seu favor para garantir que a política de viagens da empresa seja seguida

Quando um colaborador precisa viajar a trabalho, é comum que ele tenha sido orientado a partir de algumas informações e diretrizes da empresa sobre como fazer o pedido de sua passagem aérea, reservar seu hotel e utilizar as opções de transporte urbano para se movimentar entre uma reunião e outra. A este conjunto de recomendações, […]

Leia mais
Gestão de Mobilidade Corporativa - Gestão de Viagens - Mobilidade Corporativa
18/11/2021
Por: Henrique Coelho

Empresas simplificam sua gestão de mobilidade corporativa durante a pandemia

Em vez de transporte público, aplicativos de transporte individual. Em vez de restaurantes, aplicativos de delivery de comida. Em vez de reembolso de notas fiscais, aplicativo VOLL (www.govoll.com). Empresas recorrem à plataforma digital de viagens e mobilidade corporativa VOLL para garantir maior segurança a seus funcionários, que passam a evitar aglomerações e contatos em seus deslocamentos. Mais […]

Leia mais

Receba as novidades sobre o universo da mobilidade

Acompanhe as últimas notícias da Voll. Inscreva-se para receber tudo em primeira mão através da nossa plataforma digital.