Blog

03/11/2020
Por: Luiz Moura

Destaques da mobilidade: cenário desafiador de 2020 foi motor para aceleração e inovação, conta Edrei Carrenho, gestor de frotas e facilities da Cargill

Se você é um profissional de facilities, gestão de frotas, gestão de mobilidade ou de viagens, certamente já ouviu falar do Edrei Carrenho. Ele gerencia uma das atividades mais importantes de uma das maiores empresas de produção e processamento de alimentos do mundo, a Cargill, e é um dos destaques na área.

Formado em Administração com ênfase em Finanças, Edrei tem 25 anos de experiência com veículos e gerenciamento de frotas. Em uma entrevista dada à VOLL, ao final de outubro deste ano, ele nos contou um pouco sobre sua trajetória e também compartilhou uma visão otimista sobre como os movimentos globais recentes fizeram com que a inovação batesse ainda mais frequentemente à sua porta.

Um dos conhecimentos mais necessários para o gerenciamento de mobilidade é o universo automobilístico. A operação nasce com o automóvel e o deslocamento perfeito exige que este equipamento esteja em pleno funcionamento. E, sobre isso, a relação com os veículos é de longa data para Edrei. “Comecei minha carreira como mecânico de automóveis”, ele conta. Ainda no início da vida profissional, ele se dedicou ao estudo do desenho técnico e logo em seguida entrou no mundo da gestão de frotas.

Edrei comemorou 15 anos de Cargill em 2020 e compartilhou conosco sua jornada com muito entusiasmo. Por lá, ele começou atuando com foco na gestão de frotas de São Paulo e em seguida adicionou a administração predial. Imã de desafios, Edrei ampliou seu impacto na Cargill e, há quatro anos, é quem responde pela gestão de frotas, mobilidade e facilities de todas as filiais da empresa no Brasil.

Trabalhar com o que a gente gosta é incrível, e sobre isso temos certeza que o Edrei tem uma conexão muito forte com sua profissão. Ele inclusive nos disse que a gestão de facilities não para quando ele sai do escritório: “No tempo livre, gosto de cuidar da casa (manutenção, pintura etc)”. Edrei Carrenho também é fã de esportes e não dispensa uma oportunidade de pedalar pela cidade. Além disso, assistir a filmes e curtir a família estão entre seus passatempos preferidos.

Nessa conversa com a VOLL, Edrei  conta mais sobre o o impacto da gestão de frotas e de facilities no cenário global, como a Cargill tem portas abertas para a inovação e os desafios da inclusão de novas tecnologias em atividades com alto impacto em grandes corporações como o de mobilidade. Confira abaixo a íntegra da conversa abaixo.

 

VOLL: Como gestor de frotas e facilities, qual é o seu papel na Cargill?

Edrei Carrenho: Atuo como gerente na gestão da frota completa — desde a definição de modelos até a desmobilização, passando por todo o processo de gestão de multas, combustível, pedágios, treinamento e monitoramento.

Além disso, temos outros serviços que estão ligados à mobilidade dos usuários da empresa no Brasil: car rental, VOLL, telefonia móvel, correios e o transporte de executivos e visitantes.

Também sou responsável pelo funcionamento e segurança do prédio onde temos o Centro Compartilhado de Serviços da Cargill — conhecido como Cargill Business Service, ou CBS.

 

VOLL: Neste ano de 2020, além de lidar com a pandemia, o cenário incerto certamente exigiu reflexões e tomadas de decisão muito urgentes. Como foi essa sensação?

EC: Os dias estão voando! Este ano de 2020 está sendo bem atípico, muito corrido e muito agitado. Estamos com 100% dos funcionários do CBS trabalhando de casa devido à pandemia. A liderança da Cargill decidiu manter todas as nossas filiais de escritórios em casa até o final de janeiro de 2021. Com essa decisão, decidimos alterar e reformar nosso espaço de trabalho, visando oferece ainda mais segurança, mais espaço e conforto às nossas equipes, em espaços mais modernos de trabalho.

Se a pandemia tinha o foco de reduzir ou desacelerar o ritmo de algumas atividades, para mim posso dizer que a realidade é bastante contrária (risos). Estamos precisando nos dedicar com ainda mais foco na mobilidade dos funcionários, com a frota, com a segurança dos condutores e com o prédio em si — teremos um prédio com 660 mesas para 1.100 funcionários.

 

VOLL: Quais são suas próximas metas e objetivos enquanto Frota & Facilities na Cargill?

EC: Meu foco até maio de 2021 é ter um programa de direção segura para todos os funcionários da Cargill. São aproximadamente 11 mil pessoas e temos uma grande responsabilidade com todas elas. Vamos controlar tudo que envolve segurança dos condutores da frota, gerenciar as condições diante das leis e normas de trânsito e ainda promover treinamentos — em formato de e-learning e presenciais (pós-pandemia) — de segurança, com vídeos e palestrantes de peso.

Também tenho visão de gerenciamento Brasil para serviços de facilities — o que inclui limpeza, portaria, manutenção etc. Apesar de não ser um desafio que dependa exclusivamente do meu time, com certeza teremos muito a contribuir. Precisamos desenvolver um projeto de nível nacional, o que é bastante complexo e demanda muita energia e foco.

 

VOLL: Como foi para vocês a migração da gestão de mobilidade urbana, do modelo anterior utilizado na Cargill para a VOLL?

EC: Foi ótimo. Gestão completa de gastos, utilização e mais opções de mobilidade, inclusive a nível global.

 

VOLL: Como a implantação da VOLL se comparou às outras implantações de sistemas capitaneados por você?

EC: Já participei de muitos outros projetos de implementação, mas com a VOLL foi bem mais simples e mais tranquilo. A parceria e o foco, tanto da equipe VOLL quanto do meu time, foram fundamentais para que o onboarding tenha sido um grande sucesso.

 

VOLL: Hoje, como responsável por Frotas & Facilities, você consegue olhar para trás e aponta qual foi o principal ganhou ao trazer a VOLL para a Cargill?

EC: Acho que posso dizer que os dois principais ganhos têm relação com agilidade e facilidade com a mobilidade em qualquer lugar. Existe uma padronização da operação de mobilidade, o que não seria possível se utilizássemos diferentes ferramentas para esta finalidade.

 

VOLL: Com a chegada da pandemia, novas necessidades de deslocamentos foram criadas. Como a VOLL conseguiu te apoiar nessas novas demandas?

EC: Com a VOLL, estamos mitigando o risco de contaminação em casos de deslocamentos de funcionários que não possuem veículos e que dependem do transporte público.

 

VOLL: Os desafios de atuar com facilities não são fáceis. É muita gente para ser ouvida e muitas expectativas para serem alcançadas. Como você acredita que a tecnologia pode contribuir para este objetivo, de forma geral?

EC: Mesmo com a tecnologia, a área de facilities sempre vai ser desafiada com expectativas de desejos. A tecnologia ajuda muito, com a visão de serviços cada vez mais no modelo self-service, tornando a gestão mais ágil e nos ajudando a ter mais tempo e energia para os temas mais importantes, como nossas atividades-fins, mesmo.

 

VOLL: Recentemente, comemorou-se o dia internacional da inovação (19 de outubro). Como você acredita que uma área de atuação tão estratégica como a facilities pode se beneficiar de novas iniciativas e novas tecnologias?

EC: O foco é buscar sempre mais facilidades para os funcionários, tanto dentro do prédio onde todos convivem como as modalidades externas (comunicação, mobilidade etc).

 

VOLL: Se uma empresa estiver considerando adotar uma plataforma centralizadora de gestão de mobilidade como a VOLL, quais conselhos você os daria?

EC: Antes de qualquer coisa, é importante entender o modelo de utilização deste serviço dentro da sua empresa. Em seguida, comece divulgando e mostrando as vantagens do serviço para todos os seus futuros usuários. Afinal, quem não quer ter mais facilidade, eficiência, agilidade e menos burocracia, não é?

 

Sobre a Cargill

Como sede nos Estados Unidos, a Cargill é atualmente a maior empresa do mundo de capital fechado e está presente nos cinco continentes, empregando mais de 160.000 pessoas em 67 países.

Uma das suas maiores operações é no Brasil, que, dada a dimensão territorial e tamanho demográfico, inclui no pacote de sucesso alguns desafios políticos, sociais e culturais que todos nós bons brasileiros já conhecemos. Esses atributos fazem com que o gerenciamento inteligente de mobilidade e facilities seja uma atribuição ousada e altamente necessária.

Sobre a VOLL

A VOLL foi fundada em 2017 por Luciano Brandão (CEO), Eduardo Vasconcellos (CFO), Jordana Souza (CRO) e Luiz Moura (CMO) e possui atualmente 50 funcionários localizados em São Paulo, Belo Horizonte, Florianópolis e outras cidades no Brasil.

A VOLL é uma tecnologia completa para gestão de mobilidade corporativa, especialmente projetada para simplificar processos, otimizar custos e facilitar a mobilidade dos colaboradores de empresas de médio e grande portes. Como a maior e mais inovadora plataforma de seu segmento, a VOLL é referência em mobilidade corporativa simplificada. Sua tecnologia permite que as empresas, de forma customizada e a partir da sua necessidade de gestão e operação de mobilidade, forneçam aos seus colaboradores um único aplicativo para fazer, acompanhar e gerenciar suas viagens e seus deslocamentos a trabalho.

Você também pode se interessar:

Seguro viagens porquê é importante
13/09/2021
Por: Livia Pizza

5 motivos para contratar um seguro viagem

Seja viajando a lazer, seja nas viagens corporativas, é importante estar assegurado. O seguro viagem opera na esfera nacional e internacional, garantindo a cobertura necessária para que o turista não fique desamparado fora do seu domicílio. Em geral, o seguro de viagem deve ser feito com pelo menos 72 horas de antecedência e começa a […]

Leia mais
Duty of care e viagens corporativas
09/09/2021
Por: Livia Pizza

Duty of care: como manter a satisfação do viajante corporativo

O duty of care é um termo em inglês que ao traduzir significa dever de cuidar. No contexto corporativo, trata-se de uma obrigação ética e legal que as empresas têm para garantir a integridade física, saúde, segurança e bem-estar dos colaboradores. Na prática, cuidar do colaborador traz mais benefícios do que simplesmente promover a sua […]

Leia mais
06/09/2021
Por: Livia Pizza

3 dicas para a sua empresa economizar (realmente) na compra de passagens aéreas

Para que uma viagem corporativa aconteça é necessário contratar uma série de serviços. Uma das primeiras providências é fazer a reserva do transporte aéreo e seu custo pode ser elevadíssimo caso a empresa não conheça os maiores segredos para economizar na compra de passagens aéreas. Cancelar os compromissos, trocar o avião por carro ou ônibus […]

Leia mais

Receba as novidades sobre o universo da mobilidade

Acompanhe as últimas notícias da Voll. Inscreva-se para receber tudo em primeira mão através da nossa plataforma digital.